Páginas

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Indicação para curar a alma

Queria que amor se encontrasse na pratileira de um mercado qualquer, e pudesse encomendar o produto ao gosto do cliente com direito até a devolução.
E assim escolher o contéudo: uma xicara de carinho, fidelidade, compreensão e uma colher de sinceridade. Misturar tudo em um único pacote.
Queria também que existissem farmácias especias, daquelas que vendem remédios para alma.
Remédios que curam corações partidos e amores não correspondidos.
Ah como queria chegar nessa farmácia e pedir:
- Ei moço, me ver uma dose de desapego, outra de amor próprio e de garantia umas pílulas que curam mágoas!
Acho que ainda não descobriram que a falta de amor mata mais do que qualquer câncer. Uma palavra que escapa em um momento de raiva dói muito mais que uma surra e joelhos ralados doem menos que corações partidos.
A verdade é que os curativos para a alma estão em falta, não há remédio que cure e nem cicatriza com merthiolate.
Essa é a dura realidade, talvez as pessoas não se deram conta, ou é mas cômodo fingir.
É mais cômodo cuidar do exterior enquanto a dor que se sente lá dentro sufoca a alma lentamente.
E enquanto a mim? Eu sou apenas mas uma dessas garotas sonhadoras, que querem demais..

Um comentário:

  1. Tbm quero um remedio desses... principalmente um que me faça sonhar.

    ResponderExcluir